Saldo positivo


Ainda nem se passaram 24h desde o ultimo post e olha eu já aqui de novo… Como sempre a vontade de escrever foi maior que o espaço no calendário. Sabem, eu adoro esse quote anônimo citado logo abaixo, (confesso até que ele talvez esteja dentre os meus top 10 favoritos):

“Os erros ditam o nosso destino… sem eles, não tomaríamos as decisões erradas que mudariam as nossas vidas para sempre”.

Pois é, eu gosto de pensar desse jeito, de enxergar o lado bom das coisas sempre, até mesmo quando tudo parece estar perdido. É, daqui a pouco já vai completar um ano desde que colocaram meu mundo de cabeça pra baixo e me deixaram sozinha e sem manual de instruções, um ano que grandes mudanças interiores começaram a me acontecer… tudo passou tão rápido. Hoje em dia tudo já esta de volta ao seu devido lugar, nada dói mais, eu me sinto mais forte, madura, mudada. Bem mais decidida e determinada a correr atrás e brigar por tudo aquilo que eu quero, a defender com unhas e dentes tudo aquilo que eu acredito ser verdade e a lutar por todos aqueles que eu acho que valem o meu esforço. Daqui a algum tempo eu vou estar pronta para “me dar alta” por completo!

Sabem, após eu ter conhecido o meu próprio inferno, de passar por muita auto-terapia agora eu posso dizer que aprendi: Admitir errar não é simplesmente reconhecer o erro, mas sim, evoluir a partir de si mesmo! Que defeitos e falhas existem e que tudo pode ser mudado, basta querer (mesmo assim a minha crença de que pessoas não mudam continua de pé). Ok, eu confesso que eu ainda erro bastante em meio infinitos acertos, mas desde que 2010 começou eu tenho feito muitos goals e isso é fantástico!

Eu tenho suprido integralmente essa minha vontade absurda de poder ser eu mesma e, acreditem vocês ou não, eu novamente tirei a sorte grande em meio há de mais de 6 bilhões de tantos outros… Destino, coincidência, não importa aconteceu porque tinha que ser assim. E fato é que eu sou muito grata por isso! Grata por ter encontrado sem nem mesmo procurar um outro alguém bastante parecido comigo, que me aceita e me admira exatamente do jeito que sou, que tem paciência e parece saber exatamente o que fazer sempre na hora certa, e que, até agora ainda não viu problemas nas minhas curtas paranóias.

Eu posso até arriscar dizer que também não sinto mais tantas carências como eu sentia antes, não que eu tenha me tornado mais racional, fria ou imparcial no que diz respeito a sentimentos depois do meu tombão ; nem mesmo que esteja me iludido ou esperando demais de alguém, mas é que depois de tudo daquilo que passei hoje eu posso dizer que eu definitivamente aprendi o significado de gostar de alguém, mas acima de tudo me amando em primeiro lugar. Aprendi a deixar livre tudo àquilo que eu gosto verdadeiramente! Aprendi a fazer isso porque eu passei a gostar de ter também o meu espaço – sim eu me aceito como sendo a minha melhor companhia!

Eu já atravessei um oceano de distância e meio mundo duas vezes buscando o que é o melhor pra mim, mesmo sem saber o que esperar do desconhecido; e toda vez que isso aconteceu serviu pra que eu me tornasse ainda mais exigente e crente em mim mesma e, por essas e tantas outras razões, eu passei a perseguir e a encontrar “perfeição”…

Hoje em dia eu só me permito viver relacionamentos saudáveis, daqueles que irão durar só mesmo o tempo necessário pra ser inesquecivelmente perfeito e nada mais. Eu não me permito mais dedicar o tempo com causas perdidas. Demorou, mas eu descobri o quanto que a minha vida é maravilhosa demais pra ser desperdiçada com quem não me merece. (E, sobretudo que ela deve ser dividida com quem esta a procura do mesmo que eu, que sabe que caminhar de mãos dadas na mesma direção vale mais a pena do que ficar brincando de cabo-de-guerra, competindo por besteiras). Enfim o que passou, passou não volta mais! O meu ontem é longe demais e o amanhã pode não chegar… Sim só o hoje me importa!

E desde janeiro eu tenho vivido um dia de cada vez mais plenamente do que nunca. E eu tenho estado muito feliz e satisfeita por poder compartilhar um pedaço da minha história com alguém que vale a pena até o dia em que continuar fazendo por merecer, que se empenha em fazer o mesmo por mim sempre ou ainda mais… E mesmo eu não tendo desejado um amor assim tão cedo isso aconteceu sendo mais forte do que eu. Por isso, a única coisa que eu posso desejar é que continue sendo tudo perfeito como tem sido até agora ou ainda mais, que dure bastante, e que satisfaça as duas partes, que seja pleno… Porque a única coisa que eu sei é que eu estou realmente aproveitando o melhor desse momento com ele!

A menina boba cresceu, parou de acreditar em príncipe encantado, em garoto dos sonhos que já não existem mais… Eu parei de procurar por grandes amores e eu decidi construir grandes histórias e dessa maneira eu percebi que o restante surge naturalmente se assim tiver que ser.

“I’m not a girl who misses much and I know nobody can do me no harm!”

É mágico quando a gente muda o foco e começa a perceber melhor as coisas!
Eu continuo sendo meio louca, meio inconstante, cheia de surpresas e exageros, minha essência não mudou (pessoas nunca mudam)! E por essas e outras que eu acredito ter me tornado ainda mais apaixonante, ainda mais segura e bem mais convencida. Sim, eu aprendi a ter tudo o que queria e desde muito cedo fui acostumada a defender o que é meu, eu nunca desisti de provar pra mim mesma que eu sempre posso ir mais além. Eu sei dos meus defeitos, mas eu não acredito muito nas minhas limitações, eu não nasci pra perder mais do que ganhar!  E é por isso eu afirmo e com muito orgulho que o meu saldo positivo é muito superior a todas as minhas perdas sem pensar duas vezes!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: